Fiscalização de Atividades Urbanas – FAU – Natal/RN

Arquivo para janeiro, 2014

Natal/RN – Defesa Civil promove ação de orientação aos moradores e turistas de Ponta Negra

Extraído do Portal da Prefeitura do Natal.

Divulgação Semdes

Como parte das ações que integram a Operação Verão 2014, coordenada pela Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (SEMDES), o Departamento de Defesa Civil de Natal está promovendo um trabalho de orientação aos moradores e turistas que visitam a praia de Ponta Negra no período da alta temporada. O objetivo é mapear toda a área que compreende o calçadão da praia e orientar os banhistas a terem cuidado e atenção com relação aos trechos que estão em obras e que podem gerar acidentes.

“Uma tenda de atendimento da Defesa Civil foi montada no calçadão e, diariamente, seis homens estão à disposição para fazer dar informações aos visitantes da praia e fazer a fiscalização das áreas em obras”, afirmou Paulo Henrique, Chefe do Setor de Vistorias da secretaria.

Entre as principais recomendações feitas à população pelos técnicos da Defesa Civil estão a de utilizar apenas as escadas colocadas pela prefeitura para o acesso a parte de areia da praia e evitar trafegar próximo às áreas que estão em obras. O trabalho de fiscalização do calçadão também vem sendo bem recebido pelos barraqueiros da praia que elogiam a iniciativa da prefeitura.

As ações tiveram início no dia 10 de janeiro e devem permanecer até o dia 28 de fevereiro. Diariamente os técnicos da Defesa Civil realizam o atendimento das 9h30 da manhã às 15h30 da tarde. Em caso de ocorrências, a população poderá contatar a Defesa Civil pelo telefone 190.

Guardiões da Cidade de Fortaleza/CE

Extraído do Blog Fiscal de Posturas.

Os Guardiões da Cidade têm a missão de corrigir as posturas lesivas à convivência urbana.

São homens e mulheres que, por dever de ofício, devem organizar a urbe.

Expõem-se a toda sorte de ameaças, mas se impõem para solucionar conflitos.

Conhecem  o próprio valor para a manutenção da tranquilidade e do sossego públicos, mas se ressentem do reconhecimento público.

Muitas vezes têm a seu serviço apenas o dever e a própria vontade de dirimir conflitos. Dão-lhes o dever, mas não lhes garantem os meios.

Não são heróis, mas seus poderes amparam as pessoas, prestando-se a harmonizar os direitos individuais.

Apresentam-se como o poder coercitivo, ainda que façam de tudo pela conciliação.

Não lhes é permitido vacilações, devem inspirar valores éticos e conduzir-se por padrões morais elevados.

E, se a cidade de São José do Rio Preto, SP, descansa, eles não param.

Guardiões da Cidade: PATRICK e LYA

Relato dos Fiscais:

Plantão – fiscalização noturna  – 18/01/14

A EQUIPE IRÁ ATENDERÁ DENÚNCIAS DE SONS AUTOMOTIVOS EM VIA PÚBLICA

HORÁRIO – 19H ÀS 05:30H

EQUIPE DE POLICIAMENTO QUE ACOMPANHARÁ OS FISCAIS.

1 Ocorrência –  SOM AUTOMOTIVO EM VIA PÚBLICA. A EQUIPE FLAGROU ESTE EQUIPAMENTO ESTACIONADO EM FUNCIONAMENTO NA VIA PÚBLICA. LAVRADO AUTO DE CONSTATAÇÃO, EQUIPAMENTO APREENDIDO E CONDUZIDO A SEDE DA SEUMA.

fotos

2 VISTORIA – CHURRASCARIA CONHECIDA POR CAUSAR  POLUIÇÃO SONORA. NO MOMENTO DA VISTORIA O ESTABELECIMENTO ENCONTRAVA-SE FECHADO.

fotos

3 VISTORIA – SOM AUTOMOTIVO EM VIA PÚBLICA. A EQUIPE FLAGROU ESTE EQUIPAMENTO ESTACIONADO EM FUNCIONAMENTO NA VIA PÚBLICA. LAVRADO AUTO DE CONSTATAÇÃO PELA SEUMA.  O RESPONSÁVEL NEGOU-SE A RETIRAR O EQUIPAMENTO DO VEÍCULO. O MESMO FOI CONDUZIDO A DELEGACIA (7 DP), JUNTAMENTE COM OS FISCAIS, ONDE FOI LAVRADO UM TERMO CIRCUNSTANCIAL DE OCORRÊNCIA (TCO) E FEITA A APREENSÃO DO EQUIPAMENTO.

fotos

4 VISTORIA – VEÍCULOS COM SOM AUTOMOTIVO EM POSTO DE COMBUSTÍVEL. FORAM FLAGRADOS 33 VEÍCULOS COM SOM AUTOMOTIVO NESSE LOCAL. LAVRADO AUTO DE CONSTATAÇÃO, EQUIPAMENTOS APREENDIDOS E CONDUZIDOS A SEDE DA SEUMA.

fotos

 

fotos

fotos

Guardiãs da Cidade de São José do Rio Preto/SP

Extraido do Blog Fiscais de Posturas.

Esta que vos escreve também é uma Guardiã da Cidade e tem um imenso orgulho desta missão.

Trabalhamos, em geral, sem motorista e sem equipe de apoio. Quando necessário, pedimos auxílio pra Guarda Civil Municipal ou para a Polícia Militar, dependendo do caso (fechar ruas ou confronto).

Minha amiga de tantos anos e Fiscal, Adriana Armani, conduz a viatura no nosso plantão noturno do dia 18 de janeiro de 2014

s

Primeira parada: checar local antes de autorizar execução de música ao vivo ou por radiodifusão (olha o sapatinho da Dri, aproveita, não vai fazer apreensão, só dirigir rsrsrs).

s

Segunda parada: primeira medição, a cem metros do local com 74 decibéis… coitados dos vizinhos!!!

s

Terceira parada: posto de abastecimento. Corrigindo um problema velho: estacionamento indevido no entorno, com consumo de bebidas e som nos carros. Esvaziando a pista de abastecimento… circulando, moçada!!!

s

Madrugada do dia 19 de janeiro de 2014: cafés em uma conveniência… morrendo de cansaço!!!

s

Quarta parada: outra medição, do lado de fora da casa do confrontante

s

s

s

Outra parada: notificar pra lacração… posto as fotos quando concluirmos, desde que possa preservar a identidade e não faça parte de relatório oficial, ok?!

s

E, pra não perder o costume, apreensões dos folgados que usam espaço público pra fixar publicidade… camionete lotada, de novo!!!

s

s

s

Final de plantão, guardando a camionete.

s

E, final de noite, tomando sopa na conveniência… 5:30h do domingo.

s

 

Natal/RN – Grupamento de Ações Ambientais apreende mais 12 paredões

Fiscalização apreendeu 16 paredões de som durante o final de semana

Mesmo após uma ampla divulgação nos meios de comunicação da cidade de que o acionamento de equipamento de som automotivo, os chamados paredões, é proibido, o Grupamento de Ações Ambientais da Guarda Municipal do Natal (GAAM/RN) continua registrando um elevado número de apreensões desses equipamentos nos fins de semana na capital potiguar.

No último fim de semana, foram 12 apreensões e na tarde de ontem (29.01), mais um equipamento foi apreendido em frente ao quiosque 8, da Praia do Meio, Zona Leste da Cidade.

Os quiosqueiros já foram alertados pela Fiscalizaçao Ambiental do Município de que não deve tolerar clientes com paredões de som, mas os avisos parecem não estar surtindo efeito, visto que nos últimos 10 dias, as ocorrências naquela orla tem se repetido, levando o Departamento de Fiscalizaçao Urbanística e Ambiental da SEMURB a planejar uma intervenção nos quiosques, caso a Secretaria de Serviços Urbanos (SEMSUR), responsável pelos quiosques, não consiga controlar a ação dos quiosqueiros, de forma a reduzir os índices de poluição sonora naquela área.

A poluição sonora na orla tem pejudicado o setor hoteleiro na localidade, pois os hóspedes simplesmente não conseguem descansar com tamanha barulheira, levando alguns empresários a entrarem com ações judiciais para que o Município controle a poluição sonora na orla.

Outro seguimento que deve entrar na mira dos Fiscais Ambientais é o de vendedores de CD/DVD que usam potentes equipamentos sonoros em carrinhos espalhados pela cidade. Serão os próximos alvos da fiscalização ambiental do Município. A operação está em fase de planejamento, mas deve ter início ainda no mês de fevereiro do corrente ano.

Guardiões da Cidade de Luziânia/GO

Extraído do Blog Fiscais de Postura.

Os Guardiões da Cidade têm a missão de corrigir as posturas lesivas à convivência urbana. São homens e mulheres que, por dever de ofício, devem organizar a urbe. Expõem-se a toda sorte de ameaças, mas se impõem para solucionar conflitos. Conhecem  o próprio valor para a manutenção da tranquilidade e do sossego públicos, mas se ressentem do reconhecimento público.

Muitas vezes têm a seu serviço apenas o dever e a própria vontade de dirimir conflitos. Dão-lhes o dever, mas não lhes garantem os meios. Não são heróis, mas seus poderes amparam as pessoas, prestando-se a harmonizar os direitos individuais. Apresentam-se como o poder coercitivo, ainda que façam de tudo pela conciliação.

Não lhes é permitido vacilações, devem inspirar valores éticos e conduzir-se por padrões morais elevados. E, se a cidade de Luziânia, GO, descansa, eles não param.

sGuardiões da Cidade: Boaz de Albuquerque e sua equipe de Fiscais de Posturas

Boaz de Albuquerque é Diretor da Fiscalização da Ordem Pública na Prefeitura Municipal de Luziânia, GO

24/0/2014 -Fiscais de posturas em ação Luziânia-Goiás, plantões noturno. fechamento de bares e similares em horários estabelecidos por Lei. (Lei 2480/2002)

s

Fiscais de posturas em ação Luziânia, Goiás, plantões noturno. fechamento de bares e similares em horários estabelecidos por Lei. (Lei 2480/2002)

s

Ação da Fiscalização de Posturas em conjunto com a Policia Militar, Luziânia-Go

s

s

Natal/RN – Audiência sobre impactos ambientais nas salinas potiguares é na próxima terça-feira

Extraído do Jornal de Hoje.

A iniciativa é das procuradoria da República nos Municípios de Assu e Mossoró

O MPF pretende, através da audiência, obter informações que subsidiem 23 procedimentos que tramitam nas PRMs de Assu e Mossoró. Foto: DivulgaçãoO MPF pretende, através da audiência, obter informações que subsidiem 23 procedimentos que tramitam nas PRMs de Assu e Mossoró.

Foto: Divulgação

Na próxima terça-feira, dia 4, será realizada a audiência pública sobre os impactos ambientais das empresas salineiras no Rio Grande do Norte, promovida pelo Ministério Público Federal (MPF). Representantes de órgãos ambientais e empresários do setor devem participar da discussão, que será aberta a todos os interessados e ocorrerá no auditório do Centro Tecnológico do Agronegócio (Ctarn), no Campus Leste da Ufersa, em Mossoró.

A iniciativa é das procuradoria da República nos Municípios de Assu e Mossoró e a audiência será organizada em dois turnos, das 9h às 14h e das 15h30 às 17h30. Estão sendo convidados representantes do Ibama, do Idema e de um total de 25 empresas do setor, além de integrantes da comunidade acadêmica e da sociedade civil organizada.

O MPF pretende, através da audiência, obter informações que subsidiem 23 procedimentos que tramitam nas PRMs de Assu e Mossoró e têm como objeto “as complexas questões ambientais, sociais e econômicas envolvendo o setor de indústrias salineiras do Estado do Rio Grande do Norte, especialmente no que tange à ocupação de áreas de preservação permanente (APP)”.

Dentre os objetivos também estão o de esclarecer, junto às empresas que eventualmente ocupem faixa de APP, sobre o interesse em assinar um termo de ajustamento de conduta com vistas à desocupação dessas áreas; bem como a respeito do andamento do processo de regularização daquelas que foram autuadas por funcionarem sem licença ambiental.

Durante o período da manhã, os procuradores da República abrirão a audiência e haverá espaço ainda para o pronunciamento dos representantes do Ibama, do Idema e de 25 empresas autuadas na chamada Operação Ouro Branco, realizada no início de 2013. À tarde, os demais interessados poderão fazer uso da palavra para expor opiniões e propor soluções e encaminhamentos. Ao final, os membros do MPF farão uma avaliação geral e indicarão as próximas providências a serem tomadas.

Natal/RN – Fiscais e Guardas Ambientais libertam mais 12 pássaros flagrados em cativeiro clandestino

Fiscais e Guardas Ambientais de Natal/RN libertam pássaros após descobrir cativeiro

Na tarde de segunda-feira, 27.01, Fiscais Ambientais da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (SEMURB) e Agentes do Grupamento de Ações Ambientais da Guarda Municipal do Natal (GAAM/GMN), realizaram a soltura de mais 12 pássaros que foram apreendidos pelo GAAM na Zona Norte da Cidade.

ADSC07036

Os Guardas Ambientais chegaram ao cativeiro após uma denúncia realizada ao Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP – fone 190).  No local indicado pelo CIOSP, os guardas constataram o cativeiro de pássaros, jabutis e tejus. Os jabutis foram encaminhados ao Aquário Natal e os pássaros, todos sadios, transportados até a reserva da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN) onde ganharam a liberdade.

Fiscais e Guardas Ambientais de Natal/RN libertam pássaros após descobrir cativeiro