Fiscalização de Atividades Urbanas – FAU – Natal/RN

Antiga sede da prefeitura é demolida dentro do projeto de requalificação da Praça Cívica.

Antiga sede da administração municipal da Praça Cívica, que está sendo demolida para dar espaço a uma obra de arte do artista plástico Siron Franco, terá todo material reciclado. Vidros, janelas, telhas, luminárias, louças sanitárias, dentre outros materiais começaram a retirados ontem, 22. Até domingo toda a demolição será concluída.

Grande parte do material, resultado da demolição da antiga sede da Prefeitura de Goiânia – o Palácio das Campinas, será reaproveitado em obras de reforma de prédios públicos sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semob). A destruição do prédio, localizado na Praça Pedro Ludovico Teixeira, mais conhecida como Praça Cívica, que começou na manhã de sexta-feira, 22, com previsão para terminar amanhã, 23, conta com 20 servidores executando o trabalho.

De acordo com o engenheiro-fiscal da Semob, Fábio Peres, vidros, janelas, portas, telhas, luminárias e louças sanitárias estão entre os materiais que serão reaproveitados. Segundo ele, de imediato, algumas luminárias, vidros e ar-condicionado já servirão para auxiliar a reforma que acontece no Complexo 24 Horas, localizado no Setor Universitário e que atende jovens da cidade. “Já as louças sanitárias serão levadas para a Casa da Acolhida, no Setor Campinas”, conta. O engenheiro da Semob lembra que as duas unidades de Assistência Social passam por constantes restaurações para melhor atender aos usuários.

As telhas, que estão em perfeito estado de conservação, conforme Fábio Peres, serão utilizadas em construções e reformas de unidades escolares. Para ele, além da reaproveitar o material da demolição, que não será descartado no meio ambiente, a Prefeitura de Goiânia vai economizar recursos financeiros com essa iniciativa. “A medida vem ao encontro da política de desenvolvimento sustentável determinada pelo prefeito Paulo Garcia”, ressalta o engenheiro. Além disso, o entulho será triturado e terá uma destinação correta.

Após a demolição, o local que deu espaço ao Palácio das Campinas receberá um monumento do artista plástico Siron Franco.  A obra de arte, feita com espelhos e estrutura de aço inoxidável, terá 3 metros de altura e 11 metros de comprimento. Caleidoscópica, a arte urbana vinculará passado e futuro por meio de totens com 2,80 metros de altura, em forma de ancestrais carajás, e figuras masculina e feminina, com 1,80 metro de altura, que representam o futuro e refletirá as pessoas que circularem pelo local e ambientes da praça.

Por Mauro Júnio, da Diretoria de Jornalismo – Secretaria Municipal de Comunicação (Secom).

Extraído do Portal do Município de Goiânia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: