Fiscalização de Atividades Urbanas – FAU – Natal/RN

Fiscais Ambientais do Município do Natal se reuniram na tarde de 22/10, com a representante da 45ª Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, Promotora Gilka da Mata, para discutirem o início das ações fiscalizatórias no projeto das hortas urbanas localizadas na comunidade do Gramorezinho, na Zona Norte de Natal.

Após a fase de instalação e desenvolvimento, os entes envolvidos planejam agora as intervenções fiscalizatória e corretivas (educação ambiental), para que a atividade continue livre de químicos e protegendo o meio ambiente, visto que a atividade é desenvolvida ao longo das margens do Rio Doce.

O Projeto Amigo Verde Gramorezinho foi idealizado com o objetivo de que os 120 produtores agricultores familiares de Gramorezinho que produzem alfaces e hortaliças em geral na Zona Norte na cidade do Natal e que abastecem toda a Grande Natal, pratiquem a agricultura orgânica, método de produção que não utiliza aditivos químicos, agrotóxicos e reguladores de crescimento e que se realiza em completo respeito ao meio ambiente e aos ecossistemas naturais.

O Projeto está sendo realizado pela Associação dos Moradores e Amigos do Sítio Gramoré e Adjacências, com a parceria da EMATER, SEBRAE e do MINISTÉRIO PÚBLICO e contra com o patrocínio da PETROBRÁS. Recentemente, a SEMURB e a UFRN também integraram a parceria para fortalecer o projeto.

Sobre Gramorezinho

A comunidade de Gramorezinho é proveniente do êxodo rural que se instalou há mais de 40 anos no litoral norte da cidade de Natal, a uma distância de 30 quilômetros do centro. O local é rico em belezas e recursos naturais, principalmente os hídricos, já que está situado entre o Rio Doce e um complexo de lagoas naturais. Os produtores de hortaliças que trabalham na região da comunidade de Gramorezinho somam mais de 500 pessoas, dependentes de recursos auferidos da exploração da agricultura. Apesar do nome Gramorezinho, o projeto alcança uma parte de produtores de Extremoz.

Anúncios

Comentários em: "Natal|RN – Fiscais Ambientais e Ministério Público discutem fiscalização nas hortas urbanas" (1)

  1. […] atividade é complementar a reunião realizada na 45ª PJDMA em 23/10/2015, já publicada por este blog, que busca capacitar os Fiscais Ambientais do Município para garantir que as hortas urbanas […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: