Fiscalização de Atividades Urbanas – FAU – Natal/RN

Extraído do Portal do Município de João Pessoa.

DSCN8497Luís Sousa

Na manhã de sexta-feira (22.01), a Gerência de Vigilância Sanitária (GVS), da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou uma capacitação sobre manuseio de alimentos para os comerciantes que irão trabalhar no Folia de Rua deste ano. Na ocasião, os profissionais apresentaram as ‘orientações básicas para os proprietários de barracas que comercializam alimentos nas festas populares – 2016’. O documento, elaborado pela equipe técnica do Setor de Alimentos da GVS, traz informações sobre o armazenamento, conservação e manipulação de alimentos e também sobre a manutenção do local onde são manuseados e consumidos os produtos.

A capacitação foi realizada no Centro Administrativo Municipal, juntamente com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Corpo de Bombeiros e Associação dos Ambulantes e Trabalhadores Informais da Paraíba.

“O objetivo da Vigilância Sanitária é prevenir doenças para a população. É por isso que realizamos essas capacitações, mostrando a importância desses comerciantes terem cuidado com a manipulação de alimentos, acondicionamento, higiene pessoal, higiene do ambiente, tanto na parte interna, quanto externa das barracas. Nossa função primeira é orientar, para que eles possam ter esses cuidados e prevenir com isso as doenças que são transmitidas por alimentos”, explica Marli Pereira, Coordenadora do Setor de Alimentos, da Vigilância Sanitária de João Pessoa.

Confira as orientações básicas para os proprietários de barracas que comercializam alimentos nas festas populares:

– Manter limpo o local de trabalho e arredores, recolhendo e removendo o lixo decorrente da atividade, quantas vezes forem necessárias;

– Os alimentos expostos à venda devem estar protegidos contra insetos e poeira;

– Todo alimento (salsichas, lingüiças, gelo, pães, etc.) que for adquirido deverá ser de procedência, apresentar rótulo constando nome e endereço do fabricante e número do registro do órgão sanitário competente, data de fabricação e prazo de validade;

– Os alimentos acondicionados sob refrigeração e nos freezers devem estar em depósitos atóxicos com tampa (plástico, vidro ou inox) e/ou em sacos plásticos transparentes próprios para alimentos;

– Organizar os alimentos nos freezers, separando-os das bebidas; – Não colocar alimentos crus em contato com alimentos cozidos;

– Os enlatados, após abertos, quando não forem totalmente utilizados devem ser transferidos para depósitos plásticos, vidros ou inox (todos com tampa) e mantidos sob refrigeração;

– Os molhos (catchup, maionese e outros) bem como milho verde, ervilhas, etc., destinados à preparação de cachorros quentes, deverão ser mantidos sob refrigeração. Os molhos devem ser oferecidos na forma de sachê individual;

– É proibida a exposição de qualquer produto perecível à temperatura ambiente (carnes, molhos, etc.);

– Observar atentamente a data de fabricação e o prazo de validade dos alimentos e desprezar os que estiverem vencidos;

– Não armazenar alimentos, inclusive bebidas, diretamente no piso;

– Os espetinhos de carnes, frango e queijo, deverão ser mantidos sob refrigeração e assados conforme o pedido do consumidor, não deverá ser assado em grandes quantidades e nem ficar expostos à temperatura ambiente;

– As frutas carameladas (maçãs do amor, uvas etc.) deverão ser previamente lavadas e imersas em solução clorada por 30 minutos antes de ser preparadas. Devem ser expostas dentro de bandejas e protegidas;

– O alimento não deverá ser preparado na barraca, admitindo-se apenas a fritura, o cozimento e a montagem de sanduíches, tira gostos, etc.;

– O gelo utilizado deve ser produzido com água potável;

– Usar somente utensílios de material descartável (copos, pratos, talheres e canudos);

– Acondicionar o lixo em depósitos com tampas e forrado internamente com saco plástico;

– A água deverá ser proveniente do sistema público de abastecimento (água potável) e armazenada em depósitos com tampa;

Todos os manipuladores de alimentos e bebidas:

– Devem estar em perfeitas condições de saúde, isentos de doenças infecto contagiosas, afecções cutâneas, feridas e supurações;

– Não devem manipular dinheiro. Destinar um funcionário exclusivo para receber o dinheiro;

– Devem realizar lavagem rigorosa das mãos com água e sabão antes de manipular os alimentos e após usar o sanitário;

– Devem manter as unhas curtas e limpas; Não usar pulseiras, anéis e outros adornos;

– Devem usar uniformes, compostos de gorro, touca ou rede protegendo todo cabelo e bata ou avental de cor clara, mantidos fechados, limpos e em condições de uso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: