Fiscalização de Atividades Urbanas – FAU – Natal/RN

Arquivo para fevereiro, 2016

Maceió|AL – SMTT intensifica fiscalização de estacionamento irregular

Várias motocicletas irregulares foram recolhidas. SMTT orienta para estacionar em locais permitidos para evitar aborrecimentos e permitir a mobilidade pelos pedestres nas calçadas e passeiosVárias motocicletas irregulares foram recolhidas. SMTT orienta para estacionar em locais permitidos para evitar aborrecimentos e permitir a mobilidade pelos pedestres nas calçadas e passeios

Desde terça-feira (16.02), a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Maceió tem intensificado as operações de fiscalização do trânsito com foco em coibir diversas modalidades de estacionamento irregular. Com o combate, o órgão visa assegurar a mobilidade urbana de pedestres e veículos que pode ser prejudicada por quem estaciona em locais proibidos pela legislação de trânsito.

O Supervisor de Trânsito Alex Carnaúba explica que nos últimos três dias de ações foram recolhidos 39 veículos, todos por estacionamento irregular, e 122 autos de infração lavrados pelo mesmo motivo além de outras irregularidades.  “Estacionamento irregular foi a principal infração visualizada, mas foram flagrados também infrações pelo uso do celular ao volante e avanço de sinal vermelho”, detalha.

Segundo o Supervisor, a fiscalização tem ocorrido em pontos estratégicos do Centro, como a Rua Cincinato Pinto, Beco da Moeda, Rua do Sol e o Calçadão do Centro. No Bairro do Farol, a atenção das equipes esteve voltada nas Avenidas Tomás Espíndola e Fernandes Lima.

“As operações seguirão ocorrendo nestes e em outros pontos da cidade onde visualizamos o estacionamento irregular com frequência”, conta.

Leonardo Araújo (estagiário) / Ascom SMTT

Extraído do Portal do Município de Maceió.

Maceió|AL – Vigilância Sanitária fiscaliza segurança em hospitais

Segurana_do_paciente-e5b2f05ced

Os pacientes que necessitam de cuidados dispensados por serviços de saúde públicos e privados têm na Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 36/2013, publicada pela Anvisa, uma ferramenta essencial para garantir a segurança e qualidade do atendimento prestado por esses estabelecimentos. Em Maceió, a Inspetoria de Serviços de Saúde da Vigilância Sanitária Municipal (Visa Maceió) vem atuando de forma intensificada na fiscalização do cumprimento desta norma legal junto aos hospitais do município, com o objetivo de assegurar à população a realização de procedimentos dentro dos padrões mais adequados, eliminando riscos e maiores danos à saúde.

“A partir da publicação desta RDC, os hospitais foram obrigados a instalar Núcleos de Segurança do Paciente (NSP), que implementam e monitoram as ações e estratégias focadas na gestão de risco, com o objetivo de prevenir e evitar eventos adversos decorrentes da prestação de serviços de saúde. Nossa missão tem sido fiscalizar o andamento desses núcleos, visando a redução dos riscos à saúde da população”, afirma o Coordenador da Inspetoria responsável pela ação, José Ribeiro Neto.

De acordo com Neto, esses Núcleos criados pelos estabelecimentos hospitalares desenvolvem suas ações a partir de quatro diretrizes: a melhoria contínua dos processos de cuidado e do uso de tecnologias da saúde; a disseminação sistemática da cultura de segurança; a articulação e a integração dos processos de gestão de risco; e a garantia das boas práticas de funcionamento do serviço de saúde.

“Todos os hospitais de Maceió têm o Núcleo implantado. Uns em fase mais avançada, outros nem tanto. É importante lembrar também que os estabelecimentos estão obrigados a notificar, de forma compulsória, qualquer evento adverso – como quedas de pacientes, infecções hospitalares e agravamento e/ou morte decorrente de situação de saúde por falhas ocorridas durante cirurgias – abrangido pela norma, sob pena de estarem sujeitos às ações sanitárias previstas em lei, incluindo a suspensão do alvará de funcionamento”, explica o Coordenador da Inspetoria.

Uma das medidas de maior destaque na RDC 36, a ser implementada pelos NSP, é a formulação de um Plano de Segurança do Paciente em Serviços de Saúde, com estratégias e ações de gestão de risco orientadas pelos seguintes protocolos: cirurgia segura, prática de higiene das mãos em serviços de saúde, prevenção de úlceras por pressão, prevenção de quedas em pacientes hospitalizados, identificação do paciente e segurança na prescrição, uso e administração de medicamentos.

Ascom SMS

Extraído do Portal do Município de Maceió.

Colinas|MA – Prefeito aperta o cerco contra poluição sonora

Escrito por Amaury Carneiro

Prefeito Antonio Carlos e a Diretora do Departamento Municipal de Trânsito

QUE SIRVA DE EXEMPLO PARA OS DEMAIS PREFEITOS!

Prefeito faz a entrega de decibelímetro para Guarda Municipal e Guarda Ambiental

Próximo a receber o aparelho será o pessoal da Polícia Militar. Com o equipamento será possível orientar e fiscalizar ambientes com som acima do limite permitido

Blog do Badeco – Colinas.

O Prefeito Antonio Carlos fez a entrega na manhã de 18.02 de quatro unidades do aparelho conhecido como decibelímetro. O Medidor de Nível de Pressão (MNPS) é um equipamento utilizado para realizar a medição e intensidade dos níveis de pressão sonora.

Com isso pretende-se fiscalizar e orientar ambientes com sons acima do normal. Antes nada disso era possível por conta de não existir esse aparelho. E aí os donos de paredões sonoros, casas de shows e bares ficavam a vontade para colocar o volume que quisessem.

Desde a criação da Guarda Municipal seus membros fazem constantes treinamentos de conhecimentos da área. E o próximo treinamento será com a 12° CIRETRAN de Presidente Dutra, que dentre as técnicas de condutas a serem aprendidas, está também o uso do aparelho de decibelímetro.

A orientação da Secretaria do Meio Ambiente de Colinas e do Departamento Municipal de Trânsito é que no início os guardas municipais façam apenas advertências aos proprietários de ambientes e de veículos automotores que de algum modo de excedam no volume do som, mas num curto espaço de tempo serão adotadas outras medidas que vão desde a apreensão do veículo ou fechamento desses ambientes até a aplicação de multas.

A intenção, segundo Arethusa Coelho e Jollyvânia Teles, titulares da Secretaria de Meio Ambiente e Departamento Municipal de Trânsito, respectivamente, é prevenir a poluição sonora existente em Colinas, que é inclusive alvo de muitas reclamações por parte da população.

Todo o trabalho de fiscalização e orientação dos limites de sons e aplicação das penalidades previstas ficará sob a responsabilidade da Secretaria de Meio Ambiente e do Departamento Municipal de Trânsito, com o apoio da Polícia Militar.

Extraído de Notícias Paraibano e Região.

João Pessoa|PB – Semob inicia fiscalização dos veículos de transporte escolar em João Pessoa

Nayanne Nóbrega

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) de João Pessoa deu início a fiscalização ostensiva dos veículos que prestam o serviço de transporte escolar na Capital. Equipes da Semob estão fazendo blitzen próximo aos estabelecimentos de ensino para coibir irregularidades. Durante o período de vistoria obrigatória realizada pela Semob, do total de 433 veículos cadastrados, apenas 374 compareceram.

Durante as fiscalizações, os agentes de mobilidade verificarão se os veículos estão com o selo na cor verde, o que comprova que passaram pela inspeção da Semob. Os veículos clandestinos também estão sendo alvo da ação e vão ser apreendidos caso sejam flagrados transportando alunos. A população pode ajudar à fiscalização da Semob denunciando por meio dos números 0800 281 1518, 3218 9330/ 9336.

As fiscalizações têm por objetivo coibir a atuação de veículos que não fizeram ou não foram aprovados na vistoria, principalmente o clandestino, que não tem qualquer registro na Semob. O chefe da Divisão de Transportes, Leonardo Campos, ressaltou que o trabalho busca garantir a segurança dos alunos transportados. “Temos como objetivo impedir que veículos sem condições de segurança ou sem permissão prestem o serviço. Estamos ainda mais atentos quanto aos clandestinos, para impedir que eles explorem o serviço”, disse. Para as fiscalizações foram escalados 10 agentes de mobilidade urbana, sendo cinco por turno.

Penalidades

Os veículos flagrados fazendo transporte escolar sem o selo de vistoria atualizado será autuado e vai pagar multa de R$ 85,13 na primeira abordagem. Havendo reincidência, o carro será apreendido e a multa será de R$ 620,60, equivalente a 20 Ufir municipal, de acordo com a Lei municipal 44/2007. Os clandestinos flagrados serão logo apreendidos e também pagarão multa de R$ 620,60.

Extraído do Portal do Município de João Pessoa.

Natal|RN – Departamento de Vigilância em Saúde realiza controle de qualidade da água na UFRN

Os seis poços artesianos que abastecem o campus central da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em Natal, passarão por análise pelo programa de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Vigiagua), desenvolvido pelo Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (DVS-SMS), a coleta acontece na quarta-feira (24.02).

O Chefe da Vigilância em Saúde Ambiental e do Trabalhador da SMS (Visamt), Marcílio Xavier, explicou que o trabalho de coleta e análise das amostras de água coletadas dos poços é realizado periodicamente e tem o intuito de manter o controle da qualidade da água ofertada para a comunidade acadêmica e demais pessoas que frequentem o campus.

“São mais de 20 mil pessoas por dia circulando na UFRN e manter esse controle é fundamental para atestar a qualidade da água consumida diariamente no campus, eliminando a incidência de transmissão de doenças transmissíveis por água contaminada. Trabalhamos o monitoramento dos seis poços de forma rotineira e sistemática”.

Atualmente, o Vigiagua faz a análise de amostras de água em mais de 200 pontos específicos distribuídos nas quatro regiões administrativas da cidade e dos estabelecimentos comerciais e da rede hoteleira de Natal, com destaque para o cinturão turístico do Município.

Extraído do Portal do Município do Natal.

Maceió|AL – Vigilância Sanitária apreende cinco mil quilos de alimentos

A Vigilância Sanitária Municipal (Visa), em parceria com as Polícias Civil e Militar, Força Nacional, Superintendência Municipal de Controle e Convívio Urbano (SMCCU), Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) e Corpo de Bombeiros, participou, na noite de quarta-feira (17.02), da operação denominada Sossego Integrada, que resultou na apreensão de cinco mil quilos de alimentos perecíveis sendo armazenados de maneira irregular em um supermercado situado no Tabuleiro do Martins.

Segundo técnicos da Visa, ao todo foram encontrados 5.791 quilos de pescado, frango e queijo sem condições adequadas de armazenamento, caracterizando crime contra a Saúde. Todo o material apreendido será descartado no Aterro Sanitário, no Benedito Bentes. Devido à grande quantidade de material, três veículos foram acionados para retirar a carga apreendida.

A ação, que culminou com a apreensão dos materiais apreendidos, faz parte da Operação Sossego, da Secretaria de Segurança Pública (SSP/AL), realizada em vários pontos de Maceió. O objetivo da ação é garantir o cumprimento da lei e punir as irregularidades.

Durante a fiscalização, também foi flagrado furto de energia, que servia para manter duas câmaras frigoríficas ligadas.

Ascom SMS

Extraído do Portal do Município de Maceió.

Natal|RN – Guarda Municipal recebe 60 novos coletes balísticos

A Guarda Municipal do Natal (GMN) recebeu na segunda-feira (22.02) mais 60 novos coletes balísticos que vão ser utilizados pelos guardas municipais nas ações de segurança pública desenvolvidas no âmbito da capital potiguar. O investimento realizado pela Prefeitura do Natal por intermédio da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) chegou a mais de R$ 53 mil.

Os coletes balísticos são equipamentos de proteção individual (EPI) indispensáveis na prestação de serviços de segurança e garantem a integridade física do guarda em situações que envolvem risco de morte, principalmente em ocorrências onde existe a utilização de arma de fogo. “Essa é uma necessidade da corporação que vem sendo suprida pela Prefeitura, pois entendemos que o uso dos novos equipamentos permitirá que os nossos agentes desempenhem seus papéis com maior segurança e eficiência”, afirmou o Secretário de Segurança do Município (SEMDES), Osório Jácome.

A entrega dos novos coletes foi realizada na sede da SEMDES, na Cidade Alta, onde uma equipe do Setor de Material da GMN fez devida a conferência do equipamento que foi destinado a armaria da corporação. Com essa aquisição a instituição passa a possuir material de proteção individual para todos os guardas municipais, já que os novos coletes são somados a outros que são utilizados no serviço regular de segurança pública da Guarda Municipal.

Extraído do Portal do Município do Natal.