Fiscalização de Atividades Urbanas – FAU – Natal/RN

WP_20160411_001WP_20160411_002WP_20160411_007Agentes do WP_20160411_004Grupamento de Ação Ambiental da Guarda Municipal do Natal (GAAM/GMN), Fiscais Ambientais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (SEMURB) e servidores do Ibama realizaram na tarde da sexta-feira (08.04), a soltura de 169 pássaros que foram resgatados numa operação de combate ao comércio ilegal de aves realizada no mesmo dia na feira do Bairro de Parque dos Coqueiros, na Zona Norte de Natal. Os pássaros foram soltos numa área de conservação situada nas proximidades do Município de Caiçara do Rio dos Ventos.

No total foram resgatadas e devolvidas a natureza 18 espécies de aves, sendo duas delas ameaçadas de extinção devido à ação predatória do homem. Dentre as espécies apreendidas havia graúna, canário da terra, azulão, galo de campina, curió, garibaldi, bigode, caboquinho, sanhaço, sibites, sabiá-laranjeira e outras. Alguns pássaros apresentavam sinais de maus tratos e desidratação e tiveram que passar por uma avaliação clínica e identificação, ficando em quarentena para serem após liberados no seu habitat natural.

Um fato curioso relatado pelos Guardas Municipais foi relacionado a um galo de campina, que após ser libertado voltou duas vezes e pousou na cobertura do agente. “Acreditamos que ele estava habituado com a presença humana, mas logo retomou o fôlego e voou em liberdade”, contou o GM Adriano.

A Coordenadora do Grupamento de Ação Ambiental da GMN, CGA Francineide Maria, alertou que o tráfico e o comércio ilegal de espécies da fauna silvestre é crime podendo o transgressor ser punido com pena de seis meses a um ano de detenção, além de multa administrativa por crime ambiental de tráfico, que corresponde a R$ 500 por cada ave e se o animal for ameaçado de extinção, o valor sobe para R$ 5 mil. “Essa prática é danosa ao meio ambiente e é crime, por isso pedimos que as pessoas não comprem nem vendam animais silvestres, e se tiverem conhecimento desse tipo de crime denunciem”, solicitou.

De acordo com o Comando da GMN as operações de combate ao comércio ilegal de animais silvestres vai ser continuada e ampliada no âmbito da capital. A intenção é inibir esse tipo de delito principalmente nas feiras livres da cidade, onde é comum encontrar pessoas sem autorização comercializando pássaros.  A operação ocorrida na feira livre do bairro do Parque dos Coqueiros resultou ainda na prisão de nove homens acusados de crime ambiental. A ação integrada reuniu agentes da Guarda Municipal, Semurb, Polícia Civil, Semsur e Ibama.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: