Fiscalização de Atividades Urbanas – FAU – Natal/RN

Foto: Divulgação/Semurb
Os dados preliminares do Inventário Florístico do Natal deve ser apresentado na terça-feira (19/04) ao Prefeito Carlos Eduardo.  O trabalho vem sendo desenvolvido pela Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (SEMURB) desde maio do ano passado para mapear os remanescentes florestais da capital potiguar com vistas a planejar o manejo e conservação das espécies.

Os dados vão ser apresentados pelo Setor de Arborização da SEMURB (SA) em uma solenidade no auditório do Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte e deve apresentar os dados já levantados nas quatro regiões administrativas da Cidade.

O Secretário de Meio Ambiente, Marcelo Rosado, explica que o Inventário Florístico é um trabalho minucioso, longo e de suma importância para o microclima urbano. “O inventário numera e cataloga cada vegetal existente em nossa cidade, conhecendo todas as espécies. É identificada a altura, doenças, pragas, necessidade de poda, substituição, supressão ou tratamento fitossanitário, por exemplo. Com isso, possibilitamos uma melhor manutenção e conservação das árvores, um dos fatores responsáveis pelo microclima dos bairros”, afirmou.

O mapeamento ainda está em fase inicial, os técnicos estão trabalhando com uma amostragem das áreas mais adensadas da cidade, ou seja, aquelas mais centrais e que possuem as árvores mais antigas e que mais sofreram ao longo do tempo com a urbanização.

Ainda de acordo com Rosado, o Inventário vai auxiliar também na prevenção de acidentes e prejuízos tanto materiais quanto naturais. “Analisando as condições fitossanitárias dos indivíduos arbóreos podemos propor soluções para os possíveis problemas encontrados. Aqueles identificados como passíveis de supressão e que podem ser um risco à comunidade, vindo a tombar sobre vias, automóveis ou pedestres, por exemplo. Ou ainda com alta chance de dispersão de pragas para os vegetais saudáveis”, destacou.

O Secretario acrescenta que o inventário pretende preencher uma lacuna no conhecimento sobre a cobertura vegetal de Natal. “Há vários anos a Secretaria tenta realizar este projeto, mas só agora nessa gestão, conseguimos iniciar sua execução por ser um trabalho lento e de alto custo”, finaliza.

Extraído do Portal do Município do Natal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: