A equipe do CCZ realizou vacinação em áreas de difícil acesso, acumuladores de animais (a partir de cinco animais); áreas de risco onde houve casos de raiva em morcegos; condomínios e regiões limítrofes (São Gonçalo, Extremoz, Macaíba e Parnamirim). O Dia “D”, ponto alto da campanha, ocorrido em 10 de setembro, quando a Secretaria Municipal de Saúde disponibilizou 590 profissionais e 112 postos de vacinação distribuídos nas regiões dos cinco Distritos Sanitários de Natal.

Dados do Centro de Controle de Zoonoses apontam um percentual de 45,8% de vacinados, o que corresponde a 65.033 animais vacinados, sendo 47.977 cães e 17. 056 gatos imunizados até agora. A população de animais que falta se imunizados é de 76.822 animais, entre cães e gatos. A meta da campanha para este ano, é imunizar 80% da população canina e 60% da população felina.

RAIVA

A raiva é uma zoonose (doença transmitida pelos animais ao homem) de letalidade elevada, chegando a 100% nos animais que desenvolvem sintomas da doença. Por este motivo, apesar da redução dos casos de raiva canina e felina no país, ainda é extremamente necessário vacinar os animais. A vacinação de cães e gatos é de suma importância para a proteção da vida animal, porque proporciona imunidade sobre a doença, fazendo com que o organismo crie anticorpos necessários para combatê-la.

Extraído do Novo Jornal.