Fiscalização de Atividades Urbanas – FAU – Natal/RN

Operação da Polícia Civil começou na terça-feira e pretende notificar e fechar mais estabelecimentos nos próximos dias

Gustavo Bruning, Florianópolis

Por conta da falta de alvarás e da poluição sonora durante a noite, seis estabelecimentos foram interditados na Joaquina, em Florianópolis, na terça-feira (10.01), como parte de uma operação da Polícia Civil. Os bares e restaurantes já haviam sido notificados e não resolveram a situação com os órgãos competentes. Além disso, dez outros locais foram notificados e têm o prazo de 30 dias para estarem regularizados.

A operação da Polícia Civil deve continuar nos próximos dias, notificando mais estabelecimentos irregulares em Florianópolis - Polícia Civil/Divulgação/ND
A operação da Polícia Civil deve continuar nos próximos dias, notificando mais estabelecimentos irregulares em Florianópolis – Polícia Civil/Divulgação/ND

Segundo a Delegada Michele Alves Corrêa, da Gerência Estadual de Fiscalização de Jogos e Diversões Públicas, a operação continua nos próximos dias para interditar estabelecimentos no Leste da Ilha. Lagoa, Barra da Lagoa, Praia Mole e Joaquina são alguns dos pontos.

“Priorizamos a interdição dos locais que geram reclamações da comunidade”, explica. Enquanto alguns apresentam irregularidades na acústica e não têm autorização para reproduzir música à noite, outros estão irregulares quanto aos alvarás dos Bombeiros, da Polícia Civil, da Vigilância Sanitária e do Município.

Todas as interdições foram feitas na Avenida Prefeito Acácio Garibaldi S. Thiago, por uma equipe de seis policiais civis, um Fiscal Municipal e um representante do Ministério Público. A operação começou às 20h e foi até a 1h de quarta-feira (11.01), sem nenhum tumulto.

Alguns dos locais recém notificados já buscaram a regularização na quarta-feira 11.01, com a intenção de funcionar normalmente já na quinta-feira (12.01). “Estamos fazendo uma parceria com a prefeitura para tentar desburocratizar o acesso dos comerciantes ao alvará do município, que é o que apresenta mais burocracia”, afirma Corrêa.

Regularização

De acordo com a Delegada, havia 156 notificações pendentes de regularização em Florianópolis desde 2015. Além das dez novas notificações realizadas na terça-feira no Leste da Ilha, muitas outras devem ocorrer nos próximos dias.

“A comunidade clama por segurança e há muita desordem em alguns estabelecimentos”- Delegada Michele Alves Corrêa, da Gerência Estadual de Fiscalização de Jogos e Diversões Públicas

Para resolver as questões relacionadas ao alvará da Polícia Civil, o proprietário pode acessar o site oficial e a área da Gerência Estadual de Fiscalização de Jogos e Diversões Públicas. Há ainda a opção de ir pessoalmente à gerência, localizada na Rua Felipe Schmidt, 755, no Centro de Florianópolis.

Extraído do Notícias do Dia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: