Fiscalização de Atividades Urbanas – FAU – Natal/RN

Arquivo para julho, 2018

Natal|RN -Guarda Municipal atua em operação de retirada de invasores da Estação de Transbordo do Bairro Cidade Nova

A Guarda Municipal do Natal (GMN) realizou na manhã de quarta-feira (25.07) na operação de remoção de animais e pessoas não autorizadas que insistem em violar a área privativa da Estação de Transbordo, situada no Bairro Cidade Nova, Zona Oeste da capital.  A operação integrou as polícias militar e civil, Secretarias Municipais de Serviços Urbanos (SEMSUR), Meio Ambiente e Urbanismo (SEMURB) e Segurança Pública e Defesa Social (SEMDES), que cumpriram uma determinação proferida pela Justiça.

A ação foi planejada no decorre do mês, quando a equipe do Núcleo de Inteligência da SEMDES (NIT) realizou um estudo com levantamento de dados da área, apontando os horários de maior fluxo de invasores, locais críticos, possíveis pontos de tráfico de entorpecentes e o mapa estratégico de atuação dos agentes que atuaram durante a operação deflagrada nesta manhã.

Na ocasião, foram utilizados Guardas Municipais dos Grupamentos RONDAS, ROMU e GAAM, além do efetivo de servidores da SEMSUR e Policiais Militares e Civis.  No total, 16 animais com sinais de maus tratos foram apreendidos pela Fiscalização Ambiental. Os mesmos estavam sendo utilizados para conduzir carroças carregadas com material retirado da Estação de Transbordo. Os animais apreendidos devem ser deixados no Curral Municipal onde vão passar por avaliação de um médico veterinário.

Também foi recolhida armas brancas que estavam em poder dos invasores e um ponto observado pelos Guardas Municipais é que pessoas estranhas estavam invadindo o local utilizando automóveis de pequeno porte com carroceria. A ação consiste em retirar resíduos sólidos reciclável da área privativa da Estação de Transbordo.

O Comandante da GMN, Alberfran Grilo, informou que a operação está ocorrendo sem nenhuma alteração. “Nossa missão foi cumprida, pois todos os animais que estavam circulando no local foram apreendidos e as pessoas não autorizadas foram convidadas a se retirarem da área privada”, comentou.

A avaliação das equipes é de que mais de 100 catadores circulem rotineiramente na área. Na maioria dos casos a invasão é em busca de material reciclável para revenda.

Extraído do Blog do Bg.

 

Anúncios