Fiscalização de Atividades Urbanas – FAU – Natal/RN

Lei Municipal Promulgada 218/03 – Licença de Uso do Espaço Público (LUEP)

LEI MUNICIPAL PROMULGADA 218 de 08 de abril de 2003

Dispõe sobre a criação da Licença de Uso do Espaço Público – LUEP para a realização de eventos em logradouros públicos e dá outras providências.

O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DO NATAL, no uso das atribuições que lhe são conferidas, de acordo com o art. 22, inciso XVI, da Lei Orgânica do Município do Natal, PROMULGA a seguinte Lei:

Art. 1º – Fica criada a Licença de Uso do Espaço Público – LUEP, para a utilização de espaço de uso público na realização de eventos, que necessite de pelo menos um dos seguintes itens:

I – Trio elétrico;

II – Palco ou palanque;

III – Instalação de iluminação ou sistema de som;

IV – Interdição de rua.

Art. 2º – A pessoa física ou jurídica que pretender utilizar espaço comum de uso público, para a realização de iniciativa pública ou privada, deverá solicitar à Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo do Município do Natal – SEMURB a Licença de Uso do Espaço Público – LUEP, com pelo menos 08 (oito) dias úteis de antecedência à data do evento.

Parágrafo Único – Para a solicitação da licença de que trata o caput deste artigo, o interessado deverá apresentar, conforme a natureza do evento:

I – Requerimento a SEMURB contendo os dados do responsável e as características do evento, o período e horário da realização e o croqui da localização/percurso;

II – Anotação de Responsabilidade Técnica – ART, devidamente registrada no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia – CREA/RN, referente aos serviços de instalações elétricas, manutenção de trio elétrico e montagem de palco;

III – Liberação emitida pelo Corpo de Bombeiro, em conformidade com as normas técnicas de segurança;

IV – Solicitação junto à COSERN, quando necessário, estudo de viabilidade e modificação da rede;

V – Autorização da STTU para interdição de ruas no local do evento.

Art. 3º – Quando se tratar de evento com a utilização de trio elétrico, o interessado deverá apresentar, no ato do requerimento, laudo técnico da vistoria do mesmo.

Parágrafo Único – O laudo técnico a que se refere o caput deste artigo deverá ser elaborado por profissional habilitado, sendo admitido laudo com data de vistoria de até um ano.

Art. 4º – O descumprimento do disposto no Art. 2º implicará na imediata apreensão do(s) veículo(s) e equipamentos destinados ao evento, cabendo ainda ao responsável arcar com o seguinte:

a) Pagamento de multa de 05 (cinco) salários mínimos;

b) Responsabilidade civil por qualquer acidente ocorrido durante o evento.

Parágrafo Único – Os objetos apreendidos somente serão liberados após satisfeitas as exigências acima previstas.

Art. 5º – Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Sala das Sessões, em Natal, 08 de abril de 2003.

Renato Dantas – Presidente
Geraldo Neto – Primeiro Secretário
Carlos Santos – Segundo Secretário

Publicada no Diário Oficial do Município de: 12/04/2003

Autor da Lei: Hermano Morais.

Comentários em: "Lei Municipal Promulgada 218/03 – Licença de Uso do Espaço Público (LUEP)" (5)

  1. […] pela Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo do Município (SEMURB), conforme estabelece a Lei Municipal Promulgada 218/2003, que criou a Licencia de Uso do Espaço Público para a realização de eventos em logradouros […]

    Curtir

  2. […] Na ocasião, os agentes embargaram as atividades e autuaram os organizadores por violarem a Lei Municipal Promulgada 218 de 2003, que estabeleceu a Licença de Uso do Espaço Público (LUEP) para eventos que pretendam fazer uso […]

    Curtir

  3. […] Os Fiscais Ambientais (SEMURB) têm a responsabilidade de coibir o uso de paredões de som no entorno dos polos carnavalescos e também nas áreas residenciais distantes dos palcos, garantindo não apenas a manutenção da proposta do carnaval local, que é ser de rua com os blocos, bandinhas e apresentações de artistas nativos e nacionais sem a interferência de som automotivo, bem como garantir o sono de quem está nos bairros mais distantes da folia, nos termos da Lei Municipal 6246/2011. Além de auxiliar, no que couber, as ações de ordenamento do comercio ambulantes, de competência da SEMSUR, e fiscalizar as Licenças de Uso do Espaço Público (LUEP) expedidas para eventos promovidos por terceiros em logradouro público da Capital, nos termos da Lei Municipal Promulgada 218/2003. […]

    Curtir

  4. […] de eventos em logradouro público é passiva de licenciamento pela SEMURB nos termos da Lei Municipal Promulgada 218/2003.  Todos e qualquer evento que faça uso de música, iluminação, palco, fechamento de vias […]

    Curtir

  5. […] ação do Poder Público foi motivada pela não expedição da Licença de Uso do Espaço Público (LUEP) pela Secretaria de Meio Ambiente do Município para a realização de um evento denominado […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: