Fiscalização de Atividades Urbanas – FAU – Natal/RN

CidadeDesenho urbano implantando temporariamente na Cidade 2000 antecipa parte do projeto da área de trânsito calmo (Foto: Marcos Moura)

Uma nova intervenção viária na área da Cidade 2000, batizada de ‘Cidade da Gente’, foi iniciada no domingo (17/09) pelo Prefeito Roberto Cláudio, com apoio da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global.

A ação tem por objetivo mostrar para a população como é possível dar um novo uso ao espaço público disponível nas ruas, além do trânsito de veículos, por exemplo. Com tinta de fácil remoção, jarros de plantas e cones, um espaço da Avenida Central ganhou uma área exclusiva para pedestres, que contará com atividades culturais, educativas, prestação de serviços públicos, além de uma nova área de convívio para a comunidade local.

A exemplo de intervenções similares realizadas em cidades como Nova York, nos Estados Unidos, Bogotá, na Colômbia, Mumbai, na Índia, e em São Paulo, a ideia é mostrar que é possível priorizar as pessoas e garantir mais segurança viária a pedestres, pessoas com mobilidade reduzida e ciclistas, por exemplo – especialmente em regiões com uma vida comunitária intensa como a Cidade 2000.

“Este é o primeiro local da Cidade que transformamos uma área de carros para uma grande praça. Aproveitamos a infraestrutura plana e colocamos uma série de comodidades para que o espaço vire uma grande área pública da Capital. Começamos com projetos pilotos muitas das nossas mudanças para experimentar, avaliar, ouvir a população e, se tiver apoio, a nossa obrigação passa a se expandir a política. Nós acreditamos que essa ideia vai prosperar e ir para outros locais de Fortaleza”, afirmou Roberto Cláudio.

O Projeto Cidade da Gente vai oferecer apresentações de grupos musicais e outras intervenções artísticas, oficinas profissionalizantes, doação de mudas de plantas regionais, exames e orientações de saúde, além de outros serviços públicos disponibilizados pelas unidades móveis da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), como solicitação do Bilhete Único, Cartão do Idoso e emissão de credenciais para vagas especiais.

“O projeto oferece essa nova visão, de que é possível oferecer mais área de lazer, mais segurança no trânsito e mais espaço para as atividades comunitárias, ao invés de simplesmente de espaço para os carros”, explica o secretário executivo de Conservação e Serviços Públicos de Fortaleza, Luiz Alberto Saboia.

Segundo Roberto Cláudio, nos primeiros 15 dias do Cidade da Gente, um totem será colocado no espaço para que a população avalie a iniciativa. “Somos um governo participativo digital, dando espaço para que as pessoas que moram aqui expressem sua opinião. Se a política for de fato vencedora, incrementaremos a ideia de aumentar os espaços públicos”, disse o Prefeito.

Para o aposentado Pedro Souza, o novo projeto será bem aceito pela comunidade. “Este espaço servia apenas para estacionamento de carros. Agora, nossa pracinha ficará ainda maior e as famílias vão lotar o lugar”, afirmou.

Cidade

Prévia da área de trânsito calmo da Cidade 2000

O novo desenho urbano implantando temporariamente na Cidade 2000 antecipa parte do projeto da área de trânsito calmo anunciada pelo Prefeito Roberto Cláudio, em maio deste ano.  A ideia é que a comunidade conheça a intervenção e participe das discussões sobre o novo desenho urbano para área, que oferece mais condições de segurança para os usuários mais vulneráveis das ruas, além de garantir mais espaço para o lazer e convívio urbano.  Por isso um totem desenvolvido em parceria com a Universidade de Fortaleza (Unifor) vai registrar a opinião dos moradores que, posteriormente, serão incluídas na intervenção final da área de trânsito calmo.

Todas as ações são realizadas com apoio da National Association of City Transportation Officials (NACTO), World Resources Institute (WRI) e Vital Strategies, parceiras da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global, que desde 2015 apoia a política da Prefeitura de Fortaleza para reduzir mortes e feridos no trânsito.

Extraído do Portal da Municipalidade de Fortaleza.

Anúncios

Por Adriana Crisanto

Para comemorar o dia da árvore, o projeto Roda de Leitura da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, apresenta na quinta-feira (21.09), às 14h, uma enquete teatral ‘O Homem que Espalhou o Deserto’, do autor Ignácio de Loyola. A entrada é aberta ao público de todas as idades.

A atividade acontecerá na sala de práticas educacionais, ao lado do estacionamento e terá a participação de uma escola municipal. A enquete será encenada pelos atores e educadores José Carlos e Wellandro Duarte.

‘O Homem que Espalhou o Deserto’ conta a história de um menino que desde pequeno gostava de cortar as folhas do jardim de sua casa, que quando se torna adulto começa a devastar tudo que encontra ao seu redor. Até que um dia toma consciência e percebe que espalhou o deserto pelo país inteiro. “O livro é uma verdadeira reflexão sobre a importância de manter áreas verdes e, acima de tudo, preservar nosso meio ambiente”, afirma José Carlos.

A atividade é uma ação do Projeto Estação Verde, em que faz uma alusão a temática voltada para a preservação do meio ambiente, durante o mês de setembro. A coordenadora do projeto, Denise Paz, comentou que o objetivo do projeto é também a prática da leitura, proporcionando a convivência em um ambiente que dialogue com várias linguagens artísticas e culturais.

Serviço: Roda de Leitura
O Homem que espalhou o deserto – Ignácio Loyola

Local: Sala de Práticas Educacionais da Estação Cabo Branco

Dia: Quinta-feira (21.09)

Horário: 14h

Extraído do Portal da Municipalidade de João Pessoa.

Diversos tipos de plantas podem ser encontradas no Horto Municipal Falconete Fialho que produziu cerca de 75 mil mudas nesse primeiro de semestre de 2017, distribuídas em três categorias: 41 mil ornamentais, 30 mil nativas e frutíferas e 4 mil palmeiras. Dessas mudas, cerca de 7.560 foram plantadas pela Prefeitura e outras 1.400 foram doadas para serem plantadas por moradores da cidade e órgãos públicos. “Estamos organizando a casa para nesse ano de 2017 podermos produzir ainda mais”, ressalta Régis Tavares, Superintendente da UrbFor.

Localizado no Parque Ecológico do Passaré, e administrado pela Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (UrbFor), o Horto é responsável por produzir, cultivar e fornecer as plantas que compõem o paisagismo das ruas, avenidas e equipamentos públicos da capital, a exemplo das inaugurações da Escola de tempo Integral Professor Rodrigues de Albuquerque, no Siqueira, com o plantio de 1.200 mudas, e da Areninha do Bom Jardim com mais 1.200 mudas. O Centro Cultural Belchior recebeu 740 mudas e a Avenida Raul Barbosa, mudas.

“Precisamos estar cada vez mais próximos da natureza para alcançarmos uma boa qualidade de vida. Muita gente não conhece o trabalho do Horto, não sabem onde estamos, queremos trazer a população para conhecer o nosso trabalho e incentivar o plantio na cidade”, disse Régis Tavares.

Para solicitação de mudas, basta entrar em contato com a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (SEUMA) pelo número 3452 6910. Após avaliação do pedido, as mudas são doadas. A gestão municipal disponibiliza por intermédio do Horto Municipal Falconete Fialho, mudas de árvores de médio e grande porte, como mungubeiras, sibipirunas, ypês, timbaúbas, pata de vacas, que podem ser plantadas em colégios, ruas, praças e calçadas.

Solicitação de mudas

SEUMA
Avenida Deputado Paulino Rocha, 1343, Cajazeiras, Fortaleza|CE.
Horário: de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h
Fone (85) 3452 6910.

img_altAs primeiras estações começam a funcionar no dia 11.09, na estação na Rua Aurora, ao lado do Eixo Cicloviário Camilo Simões. (Foto: Daniel Tavares/PCR).

O sistema de compartilhamento de bicicletas do Recife mudou. O Bike PE inaugurou na segunda-feira (11.09), na Rua da Aurora, a nova e primeira estação e bicicletas. A capital pernambucana é a primeira cidade do país a estrear as novidades do maior programa de empréstimo de bikes do País. Hoje, os usuários já podem experimentar as inovações das bikes que vão desde da ergonomia dos equipamentos até a forma utilizar o sistema. A iniciativa é patrocinada pelo Itaú, tendo a tembici. como operadora e o apoio da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco e da Prefeitura do Recife.

Para a Secretária de Turismo, Esportes e Lazer do Recife, Ana Paula Vilaça, o Bike PE beneficia recifenses e turistas, além de consolidar a bicicleta como um modal na cidade. “As mudanças trazem modernidade e facilidade para os usuários. O sistema pode ser usado para o lazer e no dia a dia das pessoas. Os nossos atrativos turísticos, como Paço do Frevo e o Cais do Sertão, além do todo o Bairro do Recife, são beneficiados com diversas estações. O Bike PE cria uma nova forma de conhecer e contemplar a cidade”, afirmou.

A implantação do sistema ocorrerá em quatro etapas entre setembro e dezembro de 2017.  A cada mês serão instaladas 20 novas estações com 200 bicicletas. A previsão é que até o final do ano estejam disponíveis 80 estações e 800 bikes. Uma das novidades apresentadas é a possibilidade do usuário não cadastrado no sistema comprar o passe diretamente nos totens de atendimento, ou seja, sem necessidade de cadastro prévio no site do Bike PE. Esse modelo é ideal para turistas e pessoas que estão de passagem pela cidade. Cerca de 30% das estações oferecerão esse diferencial, todas distribuídas em pontos estratégicos do Recife.

Além de todas as mudanças estruturais, outra novidade é que as estações poderão homenagear personalidades. A primeira inaugurada hoje, levará o nome do ex-Secretário da Prefeitura do Recife, Camilo Simões. A notícia foi anunciada pelo Secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras. “Batizamos essa primeira estação com o nome de Camilo Simões, que era um jovem muito ligado a questão da mobilidade e o uso da bicicleta como meio de transporte para os recifenses e pernambucanos”, lembrou.

Para aproveitar, a pessoa pode se cadastrar no site do projeto (www.bikeitau.com.br), no aplicativo Bike Itaú, nas estações com totem de autoatendimento ou na sede física, de acordo com a modalidade de utilização. É possível adquirir passes por dia, por mês e por ano com valores de R$ 8 (diário), R$ 15 (3 dias), R$ 20 (mensal) e R$ 160 (anual). Há ainda a possibilidade de fazer viagens gratuitas, durante todo o dia, dependendo do tempo de uso. “Visitamos mais de oito cidades no mundo com sistemas de bike sharing para inaugurar esse novo sistema. Acreditamos que esta é uma iniciativa que melhora o mundo”, disse a Luciana Nicola, Superintendente de Relações Governamentais e Institucionais do Itaú Unibanco.

Rede cicloviária – O Recife está ganhando mais duas ciclofaixas em Jardim São Paulo e Santo Amaro. Elas vão compor a Rede Cicloviária Complementar, que está sendo implantada pela Prefeitura do Recife em consonância com o Plano Diretor Cicloviário da RMR (PDC/RMR). Com isso, a cidade vai ganhar mais 4,7 quilômetros de rotas exclusivas para ciclistas, alcançando a marca de 51,4 quilômetros de rotas existentes, sendo 27,3 (53%) implantados desde 2013. Em Jardim São Paulo, nova ciclofaixa vai se conectar com a Rota Tiradentes à Praça Jardim São Paulo. O trabalho de sinalização já foi iniciado e devem ser concluídos até o dia 15 de setembro.

Extraído do Portal da Municipalidade do Recife.

Por Rômulo Teodorico

Uma pesquisa realizada pelo Instituto QualiBest com tutores em todo o País revelou que os cães vira-latas são maioria nos lares brasileiros, chegando atingir os 41% das casas. Aqui em João Pessoa, o Centro de Vigilância Ambiental e Zoonoses (CVAZ) conta com mais de 15 animais para adoção.

Com base na pesquisa a Médica Veterinária do CVAZ, Suely Ruth, revelou as vantagens de adotar um animal vira-lata. “Adotar um cão de raça desconhecida é muito recomendado, pois ele tem uma imunidade melhor e ele tem menos dificuldades de adoecer do que o animal de raça”, disse.

Mas também alertou para adoção responsável. “É importante que a população tenha o entendimento que o animal ficará em torno de quinze anos na casa de quem adotou e é preciso fornecer todo cuidado ao cãozinho”, finalizou.  Quem quiser adotar um bichinho precisa garantir alguns cuidados, que são importantes para o dia a dia do animal na sua nova casa, que são eles: alimentar ele bem, cuidar da higiene, cuidar caso tenha alguma doença, oferecer carinho e amor.

Para adotar, o interessado deve ter 18 anos, apresentar um documento de identidade com foto, comprovante de residência e participar de uma orientação sobre o bem e posse responsável do animal com a equipe da Gerência de Vigilância Ambiental e Zoonoses. Todos os disponíveis para adoção estão saudáveis e imunizados.

Sobre a pesquisa – Conforme o levantamento, 41% das casas brasileiras tem um vira-lata. Depois aparecem poodle (11%), pinscher (7%), labrador (5%), pit bull (3%) e lhasa apso (3%). O instituto escutou 7.084 pessoas com mais de 18 anos.

Serviço – O Centro de Vigilância Ambiental e Zoonoses fica localizado na Avenida Walfredo Macedo Brandão, 100, Bancários. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (83) 3218- 9357 ou (83) 3214-3459.

Extraído do Portal da Municipalidade de João Pessoa.

clique para ampliar

Segundo a Diretora da Vigilância em Saúde, Taise Cavalcante, a primeira etapa terá início com os postos de vacinação itinerante (Foto: Silvio Rocha)

Assim como os humanos, os animais também podem sofrer com algum tipo de doença. Como forma de prevenção, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) do Município de Aracaju, começa a Campanha de Vacinação Antirrábica na segunda-feira, 18.09, e segue até o dia 7 de outubro. A meta para este ano é vacinar 64 mil animais, entre cães e gatos.

A campanha está dividida em quatro etapas. Segundo a Diretora da Vigilância em Saúde, Taise Cavalcante, a primeira etapa terá início com os postos de vacinação itinerante. Este ano, o foco será a Zona de Expansão de Aracaju.  “Existem moradores que criam cães e gatos e não têm veículo para conduzir os animais para tomar a vacina nos postos fixos. Por esse motivo, a gente sai de porta em porta, para vacinar esses animais na primeira semana da campanha. Iremos atuar com quatro equipes, cada uma composta por 15 profissionais”, explicou.

Outro ponto abordado pela Diretora da Vigilância em Saúde e que deve ser levado em consideração, é que de acordo com os moradores de regiões mais afastadas, ainda existem nessas áreas animais silvestres, a exemplo de raposa. “A gente necessita da colaboração de todos. Essa proteção é muito importante para evitar que os animais peguem a doença e transmitam para donos e pessoas próximas”, alertou.

No ano passado, foram vacinados 2.833 animais nos postos itinerantes. Este ano, a expectativa é de vacinar 4.500. Os dados são da Secretaria Municipal da Saúde.

Postos fixos

As outras etapas compreendem os sábados dos dias 23 e 30 de setembro e 7 de outubro. Durante esses dias, os donos de cães e gatos, devem ir aos postos de vacinação fixos espalhados na cidade, das 7h às 17h. “A gente sabe que a raiva é uma doença que mata. Portanto, esses animais precisam estar imunizados para evitar o retorno ou o aparecimento de algum caso. No fim de 2016, por exemplo, foram diagnosticados dois casos de raiva animal”, ressaltou a diretora de Vigilância em Saúde.

Extraído do Portal da Municipalidade de Aracaju.

Por Jô Vital

O Município de João Pessoa (PMJP) promove de quarta-feira (20.09) a sexta-feira (22.09), uma série de atividades de conscientização para as questões relacionadas ao meio ambiente e à qualidade de vida da população. A ação é conjunta entre a Secretaria de Meio Ambiente (SEMAM), Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (EMLUR) e Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (SEMOB).

Na quarta-feira (20) é comemorado o Dia Internacional de Limpeza de Praias e Rios. SEMAM e EMLUR farão um grande mutirão no trecho entre o Hotel Tambaú e o Busto de Tamandaré e também no Parque Cuiá, promovendo a catação de lixo e chamando a atenção da população, para que cada um se sinta responsável pelo lixo que produz, dando aos resíduos o destino adequado.

Já no Dia da Árvore, 21 de setembro, a SEMAM fará a distribuição de trezentas mudas de árvores nativas com a população, em seis semáforos da Avenida Epitácio Pessoa. Junto com as mudas serão entregues exemplares da Cartilha da Arborização, elaborada por técnicos da SEMAM. No Parque da Lagoa será plantada a muda de número 30 mil, fechando um projeto em parceria com a Rede Paraíba de Comunicação. Também no Parque da Lagoa será montada a Tenda Verde e serão distribuídas mais trezentas mudas de árvores nativas.

Já no dia 22 de setembro a SEMOB vai promover o Dia Mundial Sem Carro, estimulando a população para que reflita sobre a necessidade de diminuirmos o uso do transporte individual. A atividade integra as ações da Semana Nacional do Trânsito 2017.

Para o Secretário de Meio Ambiente, Abelardo Jurema Neto, “essa é uma excelente oportunidade em que as secretarias unem forças e ações, todas com o foco na sustentabilidade, trabalhando de maneira transversal. De uma forma ou de outra, o tema do meio ambiente e qualidade de vida está inserido em todas as políticas públicas da gestão”, concluiu.

Extraído do Portal da Municipalidade de João Pessoa.